Michelin em prol do desenvolvimento agrícola

Com o intuito de apresentar as inovações para o segmento de pneus agrícolas, a Precisão Máquinas realizou, no Município de Arapongas – PR, uma demonstração técnica evidenciando o desempenho dos pneus agrícolas de diferentes tecnologias. Durante a demonstração, que contou com a presença de mais de 100 agricultores da região, foi utilizado um trator de 180HP com um escarificador de 4,2m de largura com as hastes a 25 cm de profundidade, para o preparo de solo em uma área de 200 metros de comprimento.

Primeiramente, o trator trabalhou com os pneus originais 24,5 – 32 no eixo traseiro e pneus 18,4-26 no eixo dianteiro, ambos de construção diagonal.  Posteriormente, foram montados no mesmo trator, pneus agrícolas com tecnologias MICHELIN Ultraflex de dimensões VF 710/60 R38 no eixo traseiro e VF 600/60 R30 no eixo dianteiro. O trator trabalhou em regime de 2.000 RPM nas duas passagens realizadas e por meio de equipamentos de precisão, como GPS e sistema de medição de consumo de combustível, constatou-se uma redução no consumo de combustível de 31% por hectare trabalhado.

Os pneus agrícolas com tecnologias Michelin Ultraflex, por permitirem a rodagem com menor pressão, proporciona uma maior área de contato com o solo e consequentemente um menor índice de patinagem. Ficou comprovado que o trator alcançou uma melhor velocidade de trabalho, o que resultou em uma melhor a produtividade da máquina em hectare/hora de 18,2%.
A demonstração mostra que, mesmo diante do investimento na mudança de aros dos rodados, os pneus agrícolas de tecnologias MICHELIN Ultraflex contribuem para a melhor performance das máquinas e consequente economia para o produtor em curto prazo.

“Além da economia no consumo de combustível e o ganho de tempo de trabalho, os pneus com tecnologia MICHELIN Ultraflex também proporcionam menor compactação do solo, o que contribui ainda mais para a melhor produtividade do agricultor”, explica Christian Mendonça, Diretor de Comércio e Marketing de Pneus Agrícolas da Michelin América do Sul.

Com o mesmo trator, em condições idênticas de carga, foi comprovada uma redução de penetração no solo de 17% dos pneus com tecnologia MICHELIN Ultraflex, comparativamente aos pneus diagonais. Esse resultado diminui consideravelmente a compactação do solo, o que se traduz em um maior rendimento agrícola por hectare. Estudos realizados por entidades independentes ainda comprovaram que, com a utilização da tecnologia MICHELIN Ultraflex, ocorreu um aumento de 4% na produtividade de uma lavoura quando comparado, nas mesmas condições, ao uso de pneus radiais Standards.

Fonte: http://www.agrolink.com.br/